Por Daniele Martos

Muitas são as qualidades e competências fundamentais para que possamos trilhar o caminho do sucesso profissional.

De acordo com estudiosos sobre o futuro do trabalho, aptidões como criatividade, colaboração, flexibilidade, pensamento crítico e capacidade para trabalhar sobre pressão serão obrigatórias para os profissionais que queiram evoluir na carreira.

Dessa forma, como desenvolveremos todas essas soft skills (habilidades comportamentais) se não soubermos nos relacionar?

O que é relacionamento interpessoal?

Relacionamento interpessoal refere-se às relações entre pessoas, grupos ou equipes, sejam elas pessoais, profissionais ou familiares. É da natureza do ser humano se relacionar e, quanto melhores e mais positivas forem essas relações, maiores serão as chances de construirmos conexões verdadeiras com as pessoas com quem convivemos. Para isso, elementos como empatia e respeito são fundamentais.

Qual a importância para os resultados das empresas?

No ambiente corporativo, essas relações já são estudadas há algum tempo, uma vez que a análise da importância das pessoas e de um bom clima organizacional é fundamental para o sucesso das empresas. A ideia de que quanto melhor for a relação dos colaboradores maiores serão a capacidade produtiva e o atingimento de metas já é muito difundida no meio organizacional e, cada vez mais, tem se buscado seu fortalecimento, possibilitando a prevenção de problemas, a antecipação de soluções e a visão de novas possibilidades.

Os gestores e o próprio setor de recursos homanos são fundamentais no momento de promover e preservar relacionamentos saudáveis nas empresas. No entanto, é necessário que cada colaborador entenda o papel ativo que possui na criação e manutenção de um ambiente onde haja respeito e cordialidade, onde os valores sejam incentivados a todo momento, sempre com base na missão ou nos objetivos da instituição.

Relacionamento interpessoal é uma competência que podemos desenvolver por meio de cursos ou até mesmo da adoção de comportamentos simples, e isso faz muita diferença no ambiente organizacional. Listamos abaixo algumas dicas que podem te ajudar:

1) Desenvolva a empatia:

Empatia é a capacidade de uma pessoa se colocar no lugar de outra, compreendendo seus sentimentos e suas atitudes, sem julgamentos, e entendendo e ajudando da melhor forma possível. (Que tal falarmos mais sobre esse tema?)

2) Busque o autoconhecimento:

Tenha claros os seus pontos fortes e os que precisa melhorar (e desenvolva-os!). Busque sempre ser uma pessoa melhor.

3) Lembre-se sempre de que respeitar o outro é fundamental:

Independentemente do acontecimento, nunca perca o respeito pelos colegas e não se deixe levar pelos momentos de “cabeça quente”. Se você ficou chateado com alguém, reflita e converse.

4) Desenvolva sua comunicação: 

A comunicação representa o ouvir e o ser ouvido. Prezar por uma boa comunicação faz toda a diferença nos relacionamentos. (Esse tema, com certeza, merece uma pílula!)

5) Seja prestativo e tenha boa vontade:

Procure sempre ser cordial, entusiasmado e gentil com os colegas de trabalho.

É importante que as organizações tenham estratégias para desenvolver bem as relações interpessoais dos seus colaboradores, de forma a criarem um ambiente de harmonia e respeito, em que todos saibam conviver com  a diversidade e com formas diferentes de pensar.

E você? Que tal incrementar suas habilidades para se relacionar com seus colegas de trabalho?